Pré-Caju não vai ser realizado em 2015.

13:55


A Associação Sergipana de Blocos e Trios (ASBT) anunciou na manhã desta quinta-feira (13) que o Pré-Caju 2015 não vai ser realizado. Segundo os organizadores, a festa está suspensa devido às dificuldades financeiras para realizá-la nos mesmos moldes de todos os anos. Ao anunciar o cancelamento da prévia, os organizadores comentaram que essa é uma decisão "dura, triste e sofrida", mas responsável.

O Pré-Caju é realizado há 23 anos na capital e é considerado uma das maiores prévias carnavalesca do país e chega a reunir por noite, cerca de 300 mil pessoas.

O organizador do evento Fabiano Oliveira agradeceu aos investidores da festa ao longo desses 24 anos de prévia carnavalesca.

“Fica agora um sentimento de gratidão e muito trabalho a fazer porque vamos correr atrás de organizarmos o Pré-Caju 2016 em um circuito fechado, inclusive já visualizamos uma área que atenderia os requisitos para isso. Infelizmente aqui não é do mesmo jeito que Salvador onde o poder público cuida de tudo e o empresário só tem a preocupação de conseguir patrocínio para a banda ou camarote”, lamenta.

Fabiano Oliveira afirma ainda que será realizado o 'Sergipe Fest Verão' com as bandas que tocariam no Pré-Caju e que já estão com os contratos firmados. “Serão dois dias de festa para atender ao público sergipano e também aos turistas que já haviam comprado pacotes para a prévia carnavalesca”, revela. Uma festa que está marcada para 12 de dezembro e seria o ‘esquenta’ para o Pré-Caju vai mudar de nome para ‘Sergipe Spirit’.

No último dia do Pré-Caju deste ano, a ASBT anunciou que a 24ª edição da prévia estava confirmada para ocorrer de 23 a 25 de janeiro de 2015.

Idealizado pelo empresário Fabiano Oliveira e realizado pela Associação Sergipana de Blocos de Trio (ASBT), o Pré-Caju 2014 acumulou um investimento de R$4 milhões e provocou a geração de impostos e benefícios a população, como a criação de 20 mil empregos diretos.

Falta de patrocínio:

Antes de tomar a decisão de não realizar a festa em 2015, os empresários Fabiano Oliveira e Lourival Oliveira, se reuniram com o governador de Sergipe, Jackson Barreto, e também com o prefeito de Aracaju, João Alves Filho, para pedir ajuda.

O governador explicou que o país está vivendo algumas dificuldades e que um evento do porte do Pré-Caju precisa de uma grade logística e de patrocínios que possam garantir a beleza da festa que sempre foi uma marca de Sergipe. “Entendo que o Pré-Caju sempre deu uma grande contribuição ao turismo de nossa cidade, mas estamos vivendo um momento de muitas dificuldades, então, não estou me sentindo à vontade para fazer uma discussão sobre o evento e a participação do Governo na festa”.

Já o prefeito da capital relembrou que apesar da situação financeira difícil do município, vê o Pré-Caju como um movimentador da economia. “Garantimos todo o apoio logístico, porque apoiar o turismo é investir no município e no Estado”, disse.

Fabiano Oliveira disse que existe um grupo trabalhou contra a realização da festa. “Tentaram e conseguiram, mas o governador e o prefeito não têm nada a ver. Eles queriam muito que a festa continuasse no próximo ano. Vamos respirar um pouco e preparar um espaço privado para o evento retornar com força em 2016”, finaliza.
Festa começou em 1992

O Pré-Caju foi iniciado em 1992 com o bloco 'Com Amor' sob o comando de Durval Lélis e banda Asa de Águia. O bloco e a banda participaram de todas as edições da festa. Durante as 23 edições, grandes atrações se apresentaram como Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Saulo Fernandes, Netinho, É o Tchan, Harmonia do Samba, Cheiro de Amor, Banda Beijo, Gilmelândia, Márcia Freire, Alinne Rosa, Banda Mel, Chiclete com Banana, Gustavo Lima, Aviões do Forró, Bell Marques, Elba Ramalho, Armandinho, Timbalada, Daniela Mercury, Ricardo Chaves e Babado Novo.

You Might Also Like

0 comentários