Bell Marques revela que pediu a Jorge Amado para escrever sua biografia.

11:55


Em meio à polêmica sobre as biografias, Bell Marques revelou que conversou com o escritor Jorge Amado, morto em 2001, para que ele escrevesse sua biografia.

"Procurei Jorge Amado lá atrás para ele escrever com um sotaque bem baiano, mas ele logo morreu. Depois, procurei Zélia [Gattai] e ela não pôde fazer porque estava com uns problemas e me pediu desculpas. Agora, preciso de um escritor para ele dar o toque final", revelou ele em entrevista ao jornal “Correio”.

O baiano deu sua opinião sobre o assunto do momento: a publicação de biografias não autorizadas. "No meu caso, não permitiria uma biografia porque já tenho uma praticamente pronta que deve sair logo. Comecei a escrever e acabei parando há uns dez anos, mas vou retomar e colocar o que aconteceu mais recentemente. Já tem até nome: 'Ao Bell Prazer'."

O cantor ainda acrescentou: "Em meus 36 anos de carreira, nada invadiu minha privacidade, até porque nunca dei espaço para isso. A única vez que me aborreci mesmo foi com Nizan Guanaes, mas não pelas coisas que falou, mas pela maneira como falou. Então, fui para a Justiça e o processo ainda está rolando".

O jornalista, em 2010, afirmou que a indústria do axé, especificando Bell, estava destruindo a Bahia. "Ele não é um artista. É um crooner careca", disse em seu perfil no Twitter. 

You Might Also Like

0 comentários