Cantor Tomate diz que está supervalorizado após aumento da fruta.

08:28



Com o nome Tomate registrado no documento de identidade desde 2007, o cantor de axé Fabrício "Tomate" Cardoso Kraychete, disse que está "supervalorizado" desde o aumento do preço da fruta no mercado brasileiro. O alimento, que ficou 122,13% mais caro, é o principal vilão da inflação no país.

"Estou adorando ser comparado a 'joias'. Tomate sempre foi um artigo fundamental e que dá vitalidade, energia e força às pessoas. Mas cada um tem o seu valor, uns mais que os outros. Estou achando massa essa história com o tomate que está rolando na internet".

Mesmo com o aumento do valor do alimento, Tomate disse que seus shows --em média, 12 por mês-- continuam com o mesmo preço. No entanto, segundo ele, levar ou dar "tomatadas" durante as apresentações vai mexer com o bolso do brasileiro. "Existe uma festa na Itália e em Portugal, internacionalmente conhecida, chamada Tomatina, o que prova que jogar tomates nas pessoas pode ter outros significados. Mas confesso que receber tomatada nos dias de hoje é artigo de luxo". No final do ano passado, antes da inflação, Tomate gravou o clipe da música "Vou Dar PT", em que ele participa de uma sessão animada de tomatada. Para a gravação, foi usada mais de meia tonelada da fruta. "Se fosse nos dias de hoje não seria possível com o tomate a esse preço", disse o cantor.


Engana-se quem acha que Tomate recebeu o apelido por conta do cabelo vermelho que usava na época do grupo Rapazolla. O cantor ganhou o nome da fruta aos sete anos de idade, quando passava férias em um praia em Salvador. "Nessas férias, minha mãe raspou minha cabeça. Quando voltei para a minha cidade estava com a cabeça vermelha, por causa do intenso sol baiano. Um amigo viu minha cabeça queimada e me apelidou de Tomate. Adotei o nome para minha carreira artística e mais tarde, em 2007, veio fazer parte do meu RG".

You Might Also Like

0 comentários