Saulo Fernandes diz que Ivete é quase insubstituível, nega ter indicado Felipe Pezzoni para ser seu substituto e fala da nova fase.

08:03


Foi como uma bomba que o público recebeu a notícia da saída de Saulo Fernandes da banda Eva. O cantor, que fez parte da família Eva por 11 anos – o que mais demorou de todos os artistas que por lá passaram – conseguiu desvincular a imagem de Ivete do grupo e deu sua cara a uma das maiores bandas da Bahia. O segredo do sucesso de Saulo? Como ele mesmo diz: foi não ter substituído Ivete logo quando ela saiu. Missão ingrata que coube a Emanuelle Araújo. “Se eu entrasse ali naquele momento, antes de Emanuelle, acabou Saulo. Você nem ia ouvir falar de mim hoje. Eu peguei aquela fase da transição de Manu, aquela coisa mais ali, mais estável, entendeu? Não era IveTONA, né cara? Então, foi mais fácil para mim”, explica o cantor, que já contou como se deu o processo de decisão da sua saída do grupo e revelou qual poderá ser o nome da sua próxima banda. Um nome, aliás, curioso e carregado de “espiritualidade”, como gosta de dizer e, ao ler essa entrevista, você irá entender o porquê. E sobre ser substituído por Felipe Pezzoni, Saulo nega que tenha indicado o rapaz e fala das inevitáveis comparações que o novo cantor terá que conviver. Se ele será uma Emanuelle Araújo da vida? Leia esta entrevista para saber o que Saulo pensa! Não está tão suave quanto Saulo costuma ser.

You Might Also Like

0 comentários