Claudia Leitte e Ivete Sangalo são rivais até em estratégia

18:44



É certo que o meio artístico e os próprios fãs de Ivete Sangalo e Claudia Leitte ajudaram a criar esta mega rixa que existe entre as duas artistas, como se vivessem numa eterna disputa de espaço e de mídia. Mas de fato os trabalhos que desenvolvem e os objetivos que almejam são concorrentes e podem, iclusive, serem analisados. E vale ressaltar que no quesito estratégia, o ponto é de Claudia Leitte. Vocês, leitores, estão criticando tanto o clipe dela que resolvi escrever sobre o assunto.

A impressão que nos passa, consumidores de música, é de que Ivete não pensou estrategicamente quando no "achismo" - claro que também pelo tempo de carreira -, decidiu construir carreira internacional. Achou que lotar o Madison Square e fazer um dvd seria o suficiente. Resultado, encheu o espaço de brasileiros e foi duramente criticada lá fora, inclusive pelos veículos de maior expressão da América do Norte. Para depois, em dezembro do ano passado, anunciar que invadiria a América Latina com megaturnê. É óbvio que ela não conseguiria ser uma Beyoncé, a língua portuguesa não permite, não somos o inglês e nem o Espanhol, usadas e entendidas quase que mundialmente.

Já Claudia Leitte, a impressão que passa é a de que teve os "pés no chão". E o fez de forma estratégica. Começou uma amizade com Ricky Martin, convidou-o para o Carnaval da Bahia (trabalhou a vaidade do artista na maior festa de rua do planeta), para depois começar sua carreira internacional pela América Latina. Agora ela faz um clipe com este artista internacional, cheio de sensualidade, traz o samba como origem, reconhecido mundialmente, e sem precisar lotar um estádio inteiro por lá. E, claro, explorando o corpo e a beleza como as pops americanas. E assim vai galgando e dando um passo por vez. Pois é Ivete, sua sorte é ser um excelente produto, porque seu marketing tem deixado a desejar.

You Might Also Like

0 comentários